spacer
 
Advanced Search
Astrobiology Magazine Facebook  Astrobiology Magazine Twitter
  
Retrospections Portuguese Translations A Biosfera Mais Profunda da Terra
 
A Biosfera Mais Profunda da Terra
notícia publicada pela National Science Foundation (Fundação Nacional de Ciências).
print PDF
Extreme Life
Posted:   01/17/12
Author:    Tradutor: Bruno Martini

Summary: Cientistas recentemente instalaram observatórios abaixo do fundo do mar para coletar dados em um dos mais misteriosos ecossistemas na Terra.


Do navio de pesquisa JOIDESResolution em Hobart, Tasmânia, Austrália. Crédito: John Beck, IODP
De todas as partes habitáveis do nosso planeta, um ecossistema permanece amplamente inexplorado e desconhecido para a ciência: a crosta oceânica ígnea.

Este reino rochoso de pesada lava vulcânica existe abaixo dos sedimentos oceânicos que ficam no fundo da maior parte dos oceanos do mundo.

Enquanto cientistas estimam que os micróbios vivendo nos profundos sedimentos do oceano podem representar tanto quanto um terço da biomassa total da Terra, a porção habitável da rocha na crosta oceânica pode ser 10 vezes maior.

Os biólogos ainda sabem bem pouco sobre este ecossistema. O Integrated Ocean Drilling Program – IODP (Programa Integrado de Perfuração do Oceano) e a Mid-Atlantic Ridge Microbiology Expedition (Expedição de Microbiologia da Cordilheira Meso-Atlântica) está para mudar isto.

Uma equipe internacional de cientistas navegando a bordo do navio de pesquisa JOIDESResolution recentemente retornou da missão de instalação de observatórios abaixo do fundo marinho em “North Pond” (Lagoa Norte) – uma área remota no meio do Oceano Atlântico.

Uma ferramenta de recuperação CORK saindo do oceano através da piscina principal do navio. Crédito: IODP/USIO
Os cientistas esperam que os dados coletados destes observatórios sob o fundo mar (conhecidos como CORKs (que significa tampa em português), ou Circulation Obviation Retrofit Kits (Equipamentos de Aperfeiçoamento da Prevenção da Circulação), com o qual estudos de amostras de rochas e sedimentos coletados durante a expedição ajudarão a lançar luz no papel que micróbios sob o fundo do mar desempenham na formação da crosta e dos oceanos da Terra.

Liderada pelo cientista co-chefe Wolfgang Bach da University of Bremen (Universidade de Bremen) na Alemanha e Katrina Edwards da University of Southern California (Universidade do Sul da Califórnia), a expedição começou em Bridgetown, Barbados, em 16 de setembro de 2011 e foi concluída em Ponta Delgada nos Açores em 17 de novembro de 2011.

Dois CORKs foram instalados com sucesso e amostras de sedimento e núcleos de basalto foram recuperadas. Os observatórios CORK foram desenhados para permanecer no lugar por até dez anos.

Os observatórios sob o fundo do mar de North Pond permitirão que experimentos ativos sejam conduzidos abaixo do assoalho oceânico por até cinco anos após seu posicionamento estratégico.

O engenheiro Dan Slobodzian apara as bordas inacabadas em um observatório CORK antes de sua instalação. Crédito: IODP/USIO
Cientistas da expedição planejam retornar a estes observatórios com a primeira de muitas expedições com submersíveis no inicio de 2012.

“Os inovadores e inéditos experimentos e observações desta expedição prometem um enorme avanço na nossa compreensão da natureza e a extensão da vida microbiana no mais amplo dos ambientes – a crosta oceânica da Terra”, diz Jamie Allan, direto do programa para IODP na Fundação Nacional de Ciências (NSF) dos Estados Unidos. A NSF co-financia o IODP.

Nos próximos meses e anos, os pesquisadores esperam responder três principais questões:

  • Qual a natureza das comunidades microbianas sob o fundo do mar e qual o seu papel na alteração da relativamente nova crosta oceânica?
  • Estas comunidades são únicas, particularmente em comparação com as comunidades do fundo do mar e sedimentares?
  • De onde os micróbios da crosta oceânica ígnea vêm (dos sedimentos, rocha, água marinha ou outra fonte)?


This story was originally published in English.


Related Stories

Astrobiology Roadmap Goal 5: Evolution, environment and limits of life

Extreme Life at the Bottom of a Glacier
World's Most Extreme Deep Sea Vents
Lava Tube Microbes Live in Mars-Like Conditions
Hunting For Worms From Hell
About Us
Contact Us
Links
Sitemap
Podcast Rss Feed
Daily News Story RSS Feed
Latest News Story RSS Feed
Learn more about RSS
Chief Editor & Executive Producer: Helen Matsos
Copyright © 2014, Astrobio.net